Manuela Ribas

26 ago

Nesse semestre nossa turma está estudando sobre História da Arte. E no trabalho pedido, escolhemos o quadro da Manuela Ribas, que se chama Amour et Revenge. Olhem que lindo!

Muuito phyna a Gaga nesse quadro, eu adorei!

Coloquei mais alguns para voces verem, acessem o blog da ManuelaRibas que tem os quadros dela.

Enviei algumas perguntas para ela, que foi uma fofa e respondeu tudo.

Rafaela – LEMBRA QUAL FOI O PRIMEIRO QUADRO QUE PINTOU?

ManuelaRibas – Eu comecei a pintar mesmo, num atelier de professor e tudo mais, quando tinha 8 anos. Como havia acabado de começar, ainda não tinha muita liberdade pra pintar o que eu realmente queria. Porque sempre quis pintar coisas diferentes; nada de paisagens com as araucárias clássicas como todo mundo fazia. Porém, mesmo não gostando muito do tradicional eu sabia que teria que começar assim até conseguir ser um pouco mais autônoma. E eu me lembro que meu primeiro quadro foi um pôr-do-sol, bem vermelho e só com a silhueta de alguns galhos secos em contraste com o céu. Tenho ele guardado até hoje em algum lugar…

Rafaela – O QUE DEFINE O VALOR DE SEUS QUADROS?

ManuelaRibas – Meus quadros são meus “xodós”. Desde o momento que eu tenho um insight de algum quadro que quero fazer ou vejo uma imagem que me came a atenção eu penso “é isso!” e não paro de pensar na futura obra até ela ser concluída. E é por isso que sou tão apegada aos meus quadros. Às vezes eles não saem bem do jeito que eu tinha imaginado, mas acabo gostando do resultado de qualquer jeito. Acho que o valor de meus quadros é mais sentimental do que outra coisa, pois eles me fazem lembrar de como eu me sentia na época em que foram pintados, como minha vida andava, o porque de eu ter escolhido pintar algo do gênero… Já senti várias vezes aquele aperto no peito na hora de vender algum “queridinho” para nunca mais vê-lo, mas, fazer o quê? Não posso ter um cômodo só para colocar meus quadros! É por isso que criei o blog; toda vez que sinto saudades, eu posso ver meu quadro de novo na hora que quiser. Por outro lado é ótimo que eu venda meu trabalho, porque isso mostra que existem pessoas que o apreciam! Até já vendi um quadro que foi parar em Portugal! Acho que isso ajuda bastante a espalhar meu trabalho por aí.

Rafaela – QUAIS OS SEUS MOTIVOS PREFERIDOS PARA PINTAR?

ManuelaRibas – Diria que meus motivos preferidos para pintar são retratos, com certeza. Eu sempre tive um fascínio por pinturas que retratavam uma ou mais pessoas. Mas não esses estilo Picasso, que têm o nariz no lugar do olho…eu gosto dos que ressaltam a beleza e a perfeição de que o ser humano é feito, mesmo daqueles que são feios. Se pintados na sua simetria e forma original, continuam belos. Quando passei das paisagens para o meu primeiro retrato, não quis mais fazer outra coisa. É claro que entre um ou mais quadros surgiam as naturezas-mortas, as paisagens…Todos os retratos que fiz estão no meu blog, inclusive o primeiro: “Dia ensolarado”, que surgiu de uma foto minha de quando tinha uns 4 anos. Se reparar bem, só agora nesse ano eu comecei a pintar homens. Mas acho que não é meu forte…gosto mesmo é das figuras femininas. Acho que elas oferecem muito mais “flexibilidade”; podemos fazer penteados, roupas mais chamativas, maquiagens que ressaltem os olhos…E os homens não! Mas estou trabalhando num casal agora em que o homem já parece ter dado uma boa evoluída. É só uma questão de prática.

Rafaela – O QUE TE INSPIRA, E NOS FALE UM POUCO SOBRE ARTE CONTEMPORÂNEA.

ManuelaRibas – Minhas inspirações são principalmente catálogos de moda, pôsters vintage, propagandas em revistas…E basicamente tudo que eu vejo e acho bonito! Como móveis, por exemplo. Quando vejo uma cadeira ou objeto especial começo a imaginar todo um quadro que combine com esse objeto. O meu quadro “Rouxinol” só existiu por causa de um telefone antigo que pertencia à minha avó. Ele é da época que ainda se discavam com aquela peça que gira, sem botões. Eu simplesmente fui juntando texturas, cores, materiais que achei que formariam uma boa composição e… voilà! Tenho também uma forte atração pelo vintage. Roupas vintage, arquitetura vintage (art dèco e nouveau, por exemplo)…Sempre estou de olho em um site de pôsters antigos, do início do século XX (Belle epóque, basicamente) que acho simplesmente maravilhosos! Muitos deles foram feitos por Toulouse-Lautrec e Alphonse Mucha, e são sempre os que mais chamam a minha atenção e procuro incorporá-los à minha arte. Às vezes penso que nasci na época errada…
A arte contemporânea, para mim, é como uma junção de todos os outros estilos que já existiram. Desde o neoclássico até o surrealismo. Sendo pintor nos dias de hoje você pode pintar simplesmente o que quiser, com liberdade de escolher qual estilo seguir. Não como antigamente, como quando os pintores vanguardistas que lançavam um novo estilo eram muitas vezes criticados por “quebrar o tradicionalismo”. Foi o caso de Anita Malfatti, na Semana de Arte Moderna, por exemplo. Arte contemporânea é sinônimo de liberdade de expressão. Mas muitas vezes, infelizmente, as pessoas acham que ser contemporâneo é simplesmente pegar uma tela e pintá-la inteira de vermelho, por exemplo, e acabam interpretando mal o verdadeiro sentido. Isso para mim não revela habilidade nem muito menos dom artístico…Um artista tem que mostrar o seu talento, mostrar que consegue ser um pouco melhor do que só tinta jogada aleatóriamente.

Rafaela – O LOCAL ONDE PINTA É IMPORTANTE? QUAL É O SEU?

ManuelaRibas – Eu atualmente estou pintando no Atelier de Pintura Hélcio Croseta, que é meu professor. Ele é um artista consagrado e já foi convidado várias vezes para fazer exposições no exterior. Sua especialidade é um tipo de abstrato, mas às vezes também pinta paisagens típicas do Paraná. Se algum pintor que tornou-se famoso já estudou lá, eu não sei. Mas se não, espero ser a primeira!

Espero que tenham gostado.

Manuela, muito obrigada pela sua atenção e por responder minhas perguntas,  muito sucesso pra voce!

Beijos!

Anúncios

3 Respostas to “Manuela Ribas”

  1. Bia Guedes 26 de agosto de 2010 às 15:12 #

    Rafinhaaa!Adorei seu blog!!!
    E adorei também a entrevista!!que chiquee!!rs
    Beijo beijooo
    Posta maiss!

  2. marília 26 de agosto de 2010 às 15:12 #

    nossa tao novinha e tao talentosa hein!
    adorei!!
    beijos mm
    http://deixoavidamelevar.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: